Riscos da solda para a saúde

Como se proteger contra os perigosos fumos de solda

Soldadores enfrentam uma série de riscos advindos de substâncias perigosas que podem causar seu afastamento  do trabalho por motivos de doença ou até aposentadoria prematura: os fumos metálicos. Diferentes métodos de solda originam diferentes quantidades de fumos contendo várias concentrações de substâncias perigosas. Entre os elementos de alto risco estão o crômio hexavalente Cr (VI), o manganês, o níquel e o chumbo. O tamanho das partículas (0,01-1μm) afeta o grau de toxicidade dos fumos. Quanto menores as partículas, mais perigosas elas são porque são mais fáceis de passar pelo sistema respiratório e alcançar os pulmões. A quantidade e tipo de fumos formados depende dos parâmetros de solda e dos materiais de base, por isso é  impossível afirmar que um método é sempre melhor ou pior que outro. A tendência é que a solda MIG/MAG e TIG sejam  cada vez mais usadas. Esses métodos normalmente conduzem a um ambiente de trabalho melhorado.

Principais riscos com a solda

Os riscos associados a diferentes processos de solda e materiais revestidos. Doenças sérias relacionadas com a exposição a vários tipos de fumos de solda incluem as seguintes:

  • Câncer dos pulmões, intestinos, fígado
  • Danos no cérebro
  • Doenças neurológicas
  • Capacidade pulmonar reduzida
  • Pneumonia
  • Asma
  • Doenças da pele
  • Alergias
  • Problemas de fertilidade

Soluções da Nederman para a exaustão do local de trabalho

É possível obter um ambiente de trabalho bom e seguro,  reduzindo número de faltas por doença e prevenindo a aposentadoria prematura. Um bom ambiente de trabalho significa que o produto final será superior e a produtividade será mais alta. Um negócio de sucesso precisa de condições de trabalho seguras e decentes. 

A exaustão na fonte é o método mais eficiente para coletar e remover os fumos de solda. Escolha a solução mais eficiente para seu local de trabalho! A Nederman possui diferentes soluções para eliminação de pó, fumos e partículas. A escolha da solução correta depende do tipo e da frequência  do seu processo.

Resíduos de fumos de solda 
Partículas de fumos metálicos gerados em 2 semanas de solda. Um único soldador produz 20-40 g de fumos por hora, o que corresponde a cerca de 35-70 kg por ano.