Empresa referência no mercado de ferramentas para puncionadeiras, Milling, escolheu a Nederman para desenvolver sistema de exaustão de névoa de óleo

Névoa de Óleo | Nederman

A Milling Ferramentas, do grupo americano Wilson Tool, priorizou a saúde e a segurança de seus colaboradores e instalou um sistema central para tratamento de névoa de óleo de usinagem, tornando seu ambiente industrial mais limpo, produtivo e sustentável.

Logo Milling

Há mais de 40 anos, a Milling Ferramentas, que desde 2012 faz parte do grupo americano Wilson Tool, atua no mercado de ferramentas para a indústria de corte e conformação de chapas de metal. Localizada no estado de São Paulo, a empresa possui centros de usinagem de metais em seu ambiente produtivo e seu objetivo é entregar produtos e soluções confiáveis, de alta qualidade e inovadoras aos seus clientes, mas sem abrir mão da saúde ocupacional de seus trabalhadores e a preservação do meio ambiente.

Como parte do seu amplo portfólio de produtos, estão as ferramentas para puncionadeiras, que passam por um rígido processo de produção com operações de usinagem distribuídas em três tornos CNC de trabalho contínuo. Durante a usinagem, o uso de óleo solúvel (emulsão) é indispensável para manter a temperatura e a lubrificação das peças, o que inevitavelmente gera uma grande quantidade de névoa de óleo no ambiente fabril.

As névoas de óleo são minúsculas partículas líquidas suspensas no ar, que variam de 0,1µm a 10µm e podem estar carregadas de particulado sólido. Estas névoas são poluentes com alta toxicidade uma vez que os trabalhadores além de poderem inalar com facilidade, podem ter contato físico com as substâncias, o que traz sérios riscos à saúde. As névoas de óleo também se espalham e se depositam por toda a fábrica, incluindo maquinários e componentes eletrônicos, contaminando todo o ambiente e deixando pisos e superfícies escorregadias, o que pode causar acidentes e paradas inesperadas dos equipamentos.

Os limites de concentração permitidos para as névoas de óleo no Brasil é de 5mg/m3, conforme norma NR-15, mas na maioria dos países desenvolvidos, esse limite varia de 1 a 3mg/m3, por isso a Milling buscou uma solução que realmente fizesse a diferença e encontrou os sistemas centrais de exaustão e filtragem da Nederman que após instalação substituíram filtros centrífugos que a empresa possuía. “Antes tínhamos filtros centrífugos e individuais nos tornos de usinagem, mas eles saturavam muito rápido e em um curto espaço de tempo percebíamos que o ambiente estava contaminado, pois além de sentir o cheiro do óleo o ar condicionado da sala ficava amarelado. Além disso, os filtros não traziam alerta para troca dos elementos filtrantes então não sabíamos quando a manutenção era necessária” – explica Fabio Vieira, Diretor de Operações da Milling Ferramentas – Wilson Tool.

Diante da demanda e após uma visita técnica para análise das reais necessidades da Milling, a Nederman instalou um filtro OMF 2000, de sua linha FibreDrain, que atende simultaneamente os três equipamentos da empresa. “Desde o início das conversas com a Milling, ficou evidente a preocupação e o interesse em manter um ambiente fabril organizado e limpo. O sistema centralizado se mostrou uma excelente solução, pois somado a eficiência de filtragem HEPA do equipamento conseguimos viabilizar a instalação em área interna da fábrica, sem prejuízo algum ao layout existente” – Esclarece Fernando Domingues, Coordenador de Vendas da Nederman do Brasil.

O responsável pelas operações da Milling, Fabio, complementa ainda que o novo filtro não produz ruído excessivo, o que é fundamental por estar instalado no ambiente interno da produção. Além disso, mesmo tendo equipamentos que trabalham 24 horas por dia, desde a instalação não houve a necessidade de troca dos elementos filtrantes e a contaminação do ambiente está claramente controlada.

Saiba como funciona o sistema passo a passo:

  • O sistema foi dimensionado para atender a eficiência de captação tanto durante a operação quanto nos momentos de abertura de portas (névoa em suspensão pós-usinagem).
  • A névoa de óleo é transportada até o filtro através da tubulação flangeada estanque dimensionada e instalada nos diâmetros e inclinações corretos. Usualmente as máquinas operatrizes já possuem um ponto de conexão com a tubulação do sistema de exaustão e filtragem.
  • A névoa captada pelo coletor é então filtrada em múltiplos estágios com uma exclusiva tecnologia auto-drenante que promove a coalescência das micro-gotas transformando-as em gotas maiores, e que por sua vez cairão por gravidade e retornarão ao processo.
  • Finalmente um filtro HEPA na descarga com grau de filtragem de 99,997% garante a segurança dos operadores e a qualidade requerida para o meio-ambiente interno.
  • O ventilador/exaustor acoplado diretamente ao equipamento possui um silenciador na descarga, o que reduz consideravelmente o nível de ruído no ambiente fabril e viabiliza a instalação do equipamento em áreas internas.

Confira fotos do sistema:

Névoa de Óleo | NedermanNévoa de Óleo | Nederman

Confira entrevista da Nederman do Brasil para a Bener Máquinas sobre os riscos e as soluções da névoa de óleo na indústria.