Exemplos de riscos ocupacionais causados por fumos e gases na soldagem

Ventilacao Local Exaustora

A Nederman possui uma linha completa de produtos e soluções para exaustão e filtragem de fumos de solda. Conheça a linha de produtos ATS!

Em quase todas as áreas os profissionais estão expostos a riscos ocupacionais, mesmo que em menor grau. Mas no caso das indústrias, os trabalhadores do chão de fábrica estão diariamente sujeitos a acidentes, que podem ser provocados, por exemplo, pela exposição a fumos e gases na soldagem.


Para oferecer maior proteção a esses trabalhadores, as indústrias devem obedecer algumas normas regulamentadoras específicas.  Essas normas tratam do uso de equipamentos de segurança e também da instalação de sistemas e equipamentos de ventilação e exaustão do ar.


Tais soluções de exaustão e de ventilação também são fundamentais no trabalho em espaços confinados, onde a presença de fumos e gases de solda pode ocorrer. Mas você sabe quais riscos ocupacionais são provocados por essa exposição? Confira o tema em todos os detalhes neste artigo da Nederman, especialista em soluções e produtos para captação e filtragem do ar industrial.

Fumos e gases na soldagem: o que são?


Em resumo, os fumos de solda são micropartículas suspensas no ar, formadas a partir de substâncias tóxicas que são produzidas no processo de soldagem.


Como essas partículas contêm alto teor de metais, eles podem provocar diversos tipos de doenças se inaladas pelos trabalhadores. Além de comprometer a saúde do operário, os riscos ocupacionais causados pelos fumos e gases são motivo de perda da produtividade e prejuízos financeiros para as empresas.

Composição dos fumos de solda


O processo de soldagem é um dos mais difundidos na indústria, estando presente em quase todos os segmentos, especialmente na indústria metalúrgica. A soldagem de metais contendo manganês, chumbo, níquel, bem como e outros tipos de metais, produz os chamados fumos metálicos. Os fumos de solda, então, concentram grande parte das partículas dos metais soldados.


O pó tóxico é uma consequência inevitável do processo de solda e da vaporização do metal de adição e parte do metal base. E vale destacar que quanto menor a partícula dos fumos, mais perigosa ela se torna em termos de toxicidade e contaminação.


No entanto, pode-se aplicar medidas para reduzir a concentração de poluentes no ar, impedindo o contato da poeira tóxica com os trabalhadores.


Riscos ocupacionais mais comuns causados por fumos e gases na soldagem


Como já dissemos a produtividade e os resultados operacionais de uma empresa dependem também do bem-estar dos colaboradores. Por isso é tão importante prestar atenção a fatores que possam afetá-los, incluindo os riscos ocupacionais.


A aspiração de fumos e gases de solda é um aspecto grave e importante a se tratar. Especialmente considerando que a poeira tóxica pode ser facilmente inalada, causando efeitos cumulativos no organismo humano.


Nesse sentido, vários órgãos podem ser afetados com diferentes complicações:


  • Bronquite e asma;

  • Câncer de pulmão;

  • Doenças pulmonares como o enfisema;

  • Infarto;

  • Ulcerações na pele e no septo nasal;

  • Doenças de pele (dermatite alérgica);

  • Infertilidade e problemas relacionados.


Como é possível observar, grande parte dos problemas de saúde listados acima aponta o comprometimento das vias respiratórias. A solução para mitigar tamanha exposição é a instalação de equipamentos de ventilação local exaustora eficientes, como os desenvolvidos pela Nederman.


A Nederman possui uma linha completa de produtos e soluções para exaustão e filtragem de fumos de solda, que ajudam a reduzir a concentração de substâncias tóxicas e/ou perigosas presentes na atmosfera do ambiente industrial.


Já a linha ATS da Nederman atende aos requisitos de captação de fumos de solda no ambiente confinado. Composta por exaustores e insufladores de ar portáteis próprios para uso em espaços confinados.


Entre em contato com Nederman e saiba mais!